quarta-feira, 17 de maio de 2017

Pará, terra da grilagem

Blog Na Ilharga

Pará, terra da grilagem


Ao mesmo tempo em que a violência no campo vai atingindo os níveis dos idos de 1970 em diante, a Câmara Federal, dominada por bandidos empenhados em proteger a violência no campo, aprova projeto que reduz áreas de conservação.



Especificamente no Pará, onde a violência é mais sentida, a Floresta Nacional de Jamanxim, em Novo Progresso, vai perder 37% de sua área de proteção ambiental.

Enquanto isso, o ministro da Integração Nacional está distribuindo água mineral na região metropolitana de Belém, pisando em votos distraído.

O governador do estado não diz um 'ai' a respeito do tema, muito menos pega a viola pra protestar contra essa iniquidade. Deve ser em respeito ao senador do seu partido, o ex-detento não totalmente ressocializado, Flexa Ribeiro, um dos mentores da grilagem no Pará, que sempre mostrou inconformismo com a existência dessas áreas.

Como o Ministério da Justiça é comandado por um gangster que chamava a um fiscal corrupto de 'grande chefe', então podemos avaliar o quanto este estado verá recrudescido aquele período pós grandes projetos fundiários, que culminou na matança de Eldorado do Carajás e sempre constituiu-se em vexatória marca. Triste!
http://nailharga.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário